HOMENAGEM AO PSICÓLOGO ALVINO AUGUSTO DE SÁ

19/06/2019 13:06

Hoje, 19 de junho de 2019, nos despedimos de Alvino Augusto de Sá. Psicólogo, mestre em Psicologia Social e doutor em Psicologia Clínica (PUC-SP), professor titular de Psicologia Criminal, na Faculdade de Psicologia, e de Criminologia no Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia da Faculdade de Direito (USP), o Dr. Alvino, como era conhecido por seus pares, fez parte da primeira geração de psicólogos formados em 1970 (PUC -SP). Ocupou vários cargos administrativos e fez brilhante carreira no mundo psicojurídico, como professor e perito criminal, responsável por formar e capacitar gerações de acadêmicos e profissionais em Psicologia, Direito, Medicina Legal, especialmente nos domínios técnicos-científicos pelos quais ficou conhecido: Psicologia Criminal, Criminologia Clínica, Reincidência Criminal, Perícia Psicológica Criminal.

Homenageado, por diversas vezes, pelo brilhantismo de suas aulas, Dr. Alvino demonstrava profundo conhecimento de fundamentos psicológicos e psicojurídicos que fundamentam práticas psicológicas no âmbito do Direito Penal. Seus livros, artigos, conferências e aulas refletiam uma formação intelectual e uma cultura geral sofisticadas, assim como o domínio especializado em teorias e metodologias de investigação da conduta criminal. Seus argumentos e reflexões críticas no âmbito da Criminologia e do Direito Penal são lições importantes a serem absorvidas pelas novas gerações de psicólogos e operadores do Direito, especialmente.

Quem teve a oportunidade de conhecer e conviver, ainda que brevemente, em situações profissionais, pôde perceber o seu genuíno interesse em compartilhar sua vasta experiência como professor universitário e de psicólogo, além, é claro de seus conhecimentos sobre bons vinhos e de piadas. Nesses tempos de reconhecimentos líquidos e pouca valorização de nossos mestres, o Dr. Alvino certamente figura, com méritos acentuados, entre os maiores profissionais de psicologia do Brasil.

Meus sinceros agradecimentos ao Dr Alvino pela oportunidade de aprender com seus ensinamentos.
Aos familiares e amigos, meus sentimentos pela perda de um ente querido.

Roberto Moraes Cruz
Professor do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina